Sabia que vários problemas de saúde podem causar incontinência urinária?

Saúde e Bem-Estar -

Estima-se que oito milhões de brasileiros sofrem de incontinência urinária, o que equivale a cerca de 4% da população do País. Porém, o que muitos não sabem é que este problema, aparentemente simples, pode estar ligado a outros mais sérios. Existem vários tipos de incontinência urinária, sendo que a condição também pode causar outras complicações. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto.

SUMÁRIO

Conheça as causas da incontinência urinária

A incontinência urinária acontece quando uma pessoa tem dificuldades de controlar a vontade de urinar. Em média, uma pessoa saudável faz xixi entre cinco e sete vezes por dia. Um aumento nesta frequência pode significar que algo está ocorrendo com o seu corpo. Veja quais podem ser os possíveis motivos para este problema urinário:  

Cálculo renal – além da dor intensa, ter pedras nos rins pode aumentar a vontade de ir ao banheiro e ainda dificultar o controle da bexiga.

Gravidez – o corpo feminino passa por uma série de mudanças metabólicas no período da gestação, o que provoca um aumento na vontade de urinar.

Diabetes tipo 1 ou tipo 2 – a incontinência urinária é comum em pessoas que têm um ou outro tipo de diabetes. Pessoas com diabetes também podem apresentar sede excessiva, cansaço e infecções frequentes.

Infecção urinária – pode ocorrer em qualquer parte do sistema excretor, tanto nos rins, como na bexiga, na uretra ou nos ureteres, tubos que ligam os rins à bexiga. Além do aumento da vontade de ir ao banheiro, pacientes com infecção urinária podem apresentar fraqueza nas pernas, febre e dores nas costas. 

Ansiedade – além de este transtorno mental poder causar a síndrome da bexiga hiperativa, também pode provocar taquicardia, dificuldade na respiração, sensação de cansaço e dificuldades para dormir.

Problemas de próstata – o aumento do tamanho da próstata, por conta de hiperplasia ou de um câncer na região, pressiona a bexiga e pode causar a incontinência urinária.

Doenças neurológicas – Parkinson, tumores cerebrais e esclerose múltipla são problemas neurológicos que também afetam os músculos, o que pode dificultar o controle da urina. 

Menopausa – este período fisiológico, que começa depois que a mulher menstruar pela última vez, também pode causar incontinência urinária. 

Efeitos colaterais de cirurgias – alguns processos cirúrgicos na região da pélvis, como cirurgia no útero ou na próstata, também podem desencadear o problema.

Tipos de incontinência urinária

Incontinência de esforço – pode acontecer o vazamento de urina quando há esforços abdominais simples, como tossir ou dar risada. Isto ocorre por uma fraqueza nos músculos que dão suporte à bexiga ou por lesão no esfíncter uretral.

Urge-incontinência – também conhecido como bexiga hiperativa, acontece quando o órgão se contrai involuntariamente. 

Incontinência mista – é uma mistura dos dois tipos de incontinência urinária (de esforço e urge). 

Incontinência por fístula urinária – acontece quando há uma comunicação anormal entre o sistema urinário e a vagina, decorrente de um processo cirúrgico mal realizado ou uma inflamação. 

Incontinência por transbordamento – ocorre quando a bexiga está muito cheia, passando do limite natural dela. 

Enurese noturna – é a incontinência durante o sono. Este é um problema urinário comum em crianças, sendo normal até os seis anos de idade.

Outras complicações da incontinência urinária

Além de ser um sintoma de outras complicações de saúde, a incontinência urinária, por sua vez, também pode provocar outros problemas, como dores e desconfortos ao urinar e coloração anormal da urina.

Referências

https://www.mayoclinic.org/symptoms/frequent-urination/basics/causes/sym-20050712 - acessado em 16/03/2018
https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/nucleo-avancado-urologia/Paginas/incontinencia-urinaria-feminina.aspx - acessado em 16/03/2018
https://www.unicamp.br/unicamp/ju/678/bexiga-hiperativa-tem-relacao-com-depressao-e-ansiedade-revela-tese - acessado em 16/03/2018
http://www.diabetes.org.br/publico/sintomas-de-diabetes - acessado em 16/03/2018
http://portaldaurologia.org.br/ - acessado em 16/03/2018

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde