Teste do Pezinho detecta 50 doenças de forma precoce

Saúde e Bem-Estar -

A triagem neonatal, conhecida também como Teste do Pezinho, é um exame laboratorial que detecta precocemente doenças que podem interferir no desenvolvimento físico, neurológico e motor do recém-nascido. O exame é feito por meio de uma gota de sangue coletada a partir de uma picadinha no calcanhar do bebê e, por isso, também pode ser chamado de teste do calcanhar. O pé é escolhido para o exame porque é uma região rica em vasos sanguíneos.

Onde e quando realizar o Teste do Pezinho?

O exame deve ser realizado entre o segundo e o quinto dia de vida. É importante que não ultrapasse 30 dias após o nascimento do bebê, pois quanto mais cedo as doenças forem identificadas e tratadas, maior a possibilidade de evitar sequelas nas crianças. No caso de bebês prematuros, o exame pode ser colhido no mesmo período, mas deve ser repetido.

Todos os hospitais de Rede Própria e credenciada do GNDI realizam o Teste do Pezinho assim que o bebê completa 48 horas de vida. Caso o parto tenha sido feito em uma maternidade do GNDI em São Paulo e a mãe e o bebê tiverem tido alta antes do segundo dia de vida, o exame será colhido em casa por uma enfermeira do Grupo.

Quais doenças podem ser diagnosticadas com o Teste do Pezinho?

Hoje, a versão básica do exame detecta seis doenças: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, anemia falciforme, fibrose cística, deficiência de biotinidase e hiperplasia adrenal congênita. A partir de maio de 2022 serão detectadas 50 doenças por meio do Teste do Pezinho, seguindo o que determina a Lei nº 14.154. Serão incluídos outros 14 grupos de doenças, como patologias ligadas ao excesso de fenilalanina, doenças relacionadas à hemoglobina, toxoplasmose congênita, nível elevado de galactose no sangue, aminoacidopatias, distúrbio do ciclo de ureia, distúrbios de betaoxidação de ácidos graxos, doenças que afetam o funcionamento celular, problemas genéticos no sistema imunológico e atrofia muscular espinhal. No Sistema Único de Saúde (SUS), essa inclusão será feita por fases, mas a versão ampliada já está disponível no GNDI.

Em caso de diagnóstico positivo para qualquer uma dessas doenças, é necessário o acompanhamento com médicos especialistas. O tratamento adequado e a assistência são oferecidos por toda a vida nos serviços de referência em triagem neonatal existentes em todos os estados.

Dia Nacional do Teste do Pezinho

O Dia Nacional do Teste do Pezinho é celebrado no dia 6 de junho e ressalta a importância do exame neonatal. A realização do exame faz parte do Programa Nacional de Triagem Neonatal do Ministério da Saúde e é obrigatória desde 1992 em todo o território nacional. Alguns municípios atrelam a realização do exame neonatal ao registro em cartório, não permitindo que a criança seja registrada sem a apresentação do comprovante do teste do pezinho.

Importância do pré-natal

Assim como os exames de triagem neonatal, o pré-natal também pode ajudar a evitar danos à qualidade de vida da criança e, ainda, minimizar as chances da mãe transmitir doenças, como sífilis e HIV, para o filho. O pré-natal, o parto e todos os exames neonatal têm cobertura de planos de saúde com obstetrícia.

Referências

Grupo NotreDame Intermédica com informações dos sites:
Crescer, Guia do Bebê e Governo do Brasil – acesso em 23/05/2018
Governo do Brasil e Ministério da Saúde – acesso em 02/06/2021.

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde