Coronavírus: como eliminar hábitos ruins da quarentena

Saúde e Bem-Estar -

Veja como eliminar hábitos ruins da quarentena

Para alguns, a quarentena foi o momento ideal para criar hábitos saudáveis, descobrir hobbies e olhar para dentro de si próprio – afinal, o que não falta é tempo para isso. Mas, se de um lado há pessoas que pretendem incluir essas práticas no dia a dia pós-pandemia, do outro estão aqueles que não conseguiram se adaptar ao momento. A falta de motivação, ansiedade, estresse e excesso de trabalho fizeram com que muitos relaxassem na alimentação, exercícios e até deixassem de lado uma rotina mais regrada.

Se você se identifica com o segundo grupo, não se preocupe: ainda há como se libertar de hábitos ruins e aderir um estilo de vida mais harmônico e saudável durante ou depois da quarentena. Veja as dicas do Grupo NotreDame Intermédica.

Mulher sentada trabalhando no notebook com filho ao fundo sentado no sofá

Alimentação

A falta de prática na cozinha ou preguiça de cozinhar para você te fizeram apelar para as comidas pré-prontas e/ou congeladas? Esse hábito pode fazer muito mal à sua saúde, pois pode contribuir para o surgimento de hipertensão, diabetes, gastrite, refluxo e outros problemas no estômago, além do aumento do colesterol ruim.

Uma dieta balanceada e com variedade de nutrientes é essencial para manter o bom funcionamento do corpo, prevenir doenças e fortalecer o sistema imunológico. Para isso, é importante ingerir diariamente alimentos ricos em proteínas, fibras, vitaminas, gorduras boas, minerais e carboidratos, e diminuir o consumo de alimentos industrializados. Se ainda não sabe como começar, veja as seguintes dicas de refeições: 

Café da manhã: prefira alimentos ricos em fibras, como pães integrais, farelos como aveia e granola. Outra dica é consumir leite ou iogurtes desnatados e substituir os embutidos por ovos e queijo branco.

Almoço e jantar: para ter uma alimentação bem completa você pode incluir dois legumes ou verduras de cores diferentes, macarrão, batata, mandioca ou arroz e feijão como fontes de energia; e carne, frango, peixe ou ovos para finalizar com proteínas. Evite tomar líquidos enquanto come, mas, se não conseguir evitar, prefira água ou suco natural com pouco açúcar. Que tal deixar os refrigerantes para o almoço de domingo?

Intervalos: em vez de bolachas e salgadinhos industrializados, prefira ingerir frutas e iogurtes quando sentir fome no meio da tarde ou antes do almoço. Você ainda pode utilizar as frutas de forma integral ao desidratar as cascas para utilizar como petiscos.

Beba água: é normal que você se esqueça de tomar água ao falar e se exercitar menos, mas a hidratação é muito importante para que os rins eliminem as toxinas do corpo. Para isso, mantenha sempre uma garrafinha perto de você ou, se isso não funcionar, coloque alarmes para te lembrar de beber um copo d’água a cada duas horas.

Sedentarismo

Pode parecer mais difícil fazer exercícios na sala de casa sem equipamentos de academia e supervisão de professores, mas essa ação é importante para fortalecer o corpo, diminuir as chances de lesões e ainda melhorar o humor, já que estimula a produção de endorfina. O mais indicado é realizar as atividades físicas em casa, mas, se preferir fazer ao ar livre ou ir à academia, deve seguir algumas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para se manter em segurança:

  • Utilize máscaras o tempo todo
  • Higienize as mãos antes e depois dos exercícios
  • Mantenha uma distância segura de outras pessoas. O indicado é de 4 a 5 metros ao caminhar, 10 em corridas e, pelo menos, 20 para ciclismo rápido
  • Não saia de casa se tiver febre, tosse ou outros sintomas que possam indicar Coronavírus
  • Siga as recomendações de horários e distância de academias
  • Não utilize bebedouros compartilhados; em vez disso, prefira levar sua garrafa d’água
  • Se não estiver acostumado, não faça exercícios intensivos para evitar lesões e idas ao hospital durante o período

Muito trabalho e pouca diversão

Nem sempre o home office proporciona mais qualidade de vida. Se por um lado não há estresse com trânsito, atraso e barulho, de outro há mais cobranças. Com a crise econômica e muitas pessoas perdendo o emprego, quem se manteve na empresa e não sofreu com cargas horárias reduzidas, está cada vez mais sobrecarregado com o volume de trabalho. Para algumas áreas, as demandas aumentaram também por conta das crises e quem lida diretamente com elas acaba sofrendo mais ainda.

Por mais que você sinta que deve produzir na potência máxima ou tenha medo de perder o emprego na pandemia, é importante ter um momento de lazer para se sentir bem e descansado.

Praticar atividades prazerosas também pode trazer benefícios para o trabalho: em 2000, o sociólogo italiano Domenico de Masi criou o termo Ócio Criativo (ou produtivo) para falar sobre como mentes felizes e descansadas trabalham melhor. Isso explica por que você volta revigorado das férias ou quando sai para tomar um café com seus colegas de trabalho.

Para não se sentir tão sobrecarregado, procure ter um local específico para trabalhar, estabeleça um horário para “entrar e sair”, respeite seu horário de almoço e faça pausas durante o dia. Quando sair das plataformas do trabalho, desligue-se completamente – você pode tomar um banho ou fazer um lanche para sentir que realmente não está mais trabalhando.

Rotina

Mesmo para quem tem obrigações fixas, manter uma rotina em casa não foi tão fácil quanto parecia. A flexibilidade de horário para trabalhar e estudar fez com que muitas pessoas começassem a dormir e acordar mais tarde, trabalhar mais do que o normal, almoçar quase na hora do jantar – ou nem almoçar.

Mas, ter um horário fixo para algumas atividades é importante para manter a organização, evitar estresse e ainda separar um momento para cuidar do corpo e da mente. Além disso, o horário desregulado pode tornar a adaptação ainda mais difícil quando as coisas voltarem ao normal.

Se você não tem horário fixo para nada, comece gradualmente: estabeleça um horário para trabalhar ou estudar, depois para acordar, ir dormir e para cada refeição. Quando estiver funcionando, separe também um horário para fazer exercícios, tomar sol, meditar e para fazer o que gosta.

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde