Homens também podem ter HPV?

Saúde e Bem-Estar -

Quase todas as pessoas sexualmente ativas serão infectadas pelo papiloma vírus humano (HPV) em algum momento da vida. Inclusive os homens. Para a maioria, o próprio organismo cuidará de eliminar o vírus. Mas para algumas, a infecção pode ser mais agressiva e causar verrugas genitais e até alguns tipos de câncer.

O HPV é um vírus sexualmente transmissível que atinge a pele e as mucosas que pode causar alguns sinais, como as verrugas genitais. Essas verrugas geralmente têm a aparência de uma couve flor, mas outros sinais como caroços ou feridas no pênis, escroto, ânus, boca ou garganta também indicam que é hora de procurar um médico.

Ainda não existe um teste para diagnosticar o HPV em homens, mas o que eles podem fazer é ter acompanhamento médico regular e fazer os exames de rotina com o urologista. Também não existe tratamento para o HPV, mas sim para os problemas de saúde causados pela infecção.

SUMÁRIO

Tipos de câncer causados pelo HPV

Uma infecção antiga causada por HPV pode originar mudanças no organismo e levar ao aparecimento de câncer. Para os homens, o mais comum é câncer de pênis. Já para as mulheres, o HPV pode causar câncer de colo de útero. E ambos podem desenvolver câncer de ânus e câncer de orofaringe (que é a parte logo atrás da boca).

O câncer de pênis tem incidência rara e os principais sinais são alterações na pele, como uma área mudando de cor, um nódulo na região, uma ferida que sangra, ou mesmo secreção com mau cheiro. Esses sintomas também podem indicar outras doenças, que não são câncer. Por isso, o diagnóstico deve ser confirmado pelo médico.

Já o câncer de colo de útero é o segundo mais frequente mulheres. Os principais sintomas são dor na pélvis, durante a relação sexual, menstruação irregular, fadiga, náusea ou perda de peso. A melhor forma de se prevenir é fazer o exame de Papanicolau com frequência.

O câncer de ânus tem como principal sinal o sangramento, coceira e dor na região. E o principal sinal do câncer da orofaringe, ou câncer de garganta, é uma ferida no local que não cicatriza.

Prevenção contra o HPV: vacinação e uso de preservativos

A prevenção contra o HPV pode ser feita de duas formas: vacinação e uso de preservativos. A vacina previne contra as verrugas genitais e os tipos de câncer derivados dessas verrugas. O ideal é tomar as doses antes de iniciar a vida sexual. Já o uso de preservativos pode diminuir as chances de contaminação de DSTs, inclusive o HPV.

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde