Alimentação carioca: veja como deixar as receitas típicas mais saudáveis

Saúde e Bem-Estar -

Alimentação carioca: veja como deixar as receitas típicas mais saudáveis

Pãozinho, suco natural, água de coco e bife com batata frita. Por ser uma cidade turística que reúne a cultura de vários estados do País, a dieta de quem vive no Rio de Janeiro tem o clássico brasileiro arroz com feijão, mas também carrega algumas peculiaridades. Há quem diga, por exemplo, que não é possível conhecer o estilo de vida carioca se nunca tiver comido biscoito de polvilho tomando chá mate gelado na praia.

No entanto, com um clima quase sempre quente e um cotidiano agitado, é essencial adotar uma alimentação saudável rica em frutas, legumes e verduras para manter a saúde e o bem-estar. A nutricionista de medicina preventiva do Grupo NotreDame Intermédica, Anna Angélica da Silva Lopes, dá dicas de como manter a dieta sem deixar seus pratos favoritos de lado.

Mão segurando um coco com praia e Pão de Açúcar ao fundo

Pãozinho

A nutricionista considera o pão francês um dos principais “vilões da dieta do carioca” e quem mora no Rio tem um forte hábito de incluir o alimento no cotidiano: “em momentos de pesquisa, observei que pacientes comem pão durante quase todas as refeições, no café da manhã, lanche da tarde e possivelmente no lanche da noite, substituindo o jantar”.

O problema é que carboidrato em excesso pode contribuir para o surgimento de doenças crônicas, como o diabetes, além de aumentar a gordura corporal e o peso. Anna sugere substituir o pão por ovos, leites e derivados desnatados, ou carboidratos integrais ricos em fibras. “Eles trazem uma maior saciedade na refeição e diminuem a ingesta calórica”, ressalta.

Mas isso não quer dizer que é preciso cortar o pão da sua dieta. O carboidrato também é importante para a saúde e deixar de consumir pode acarretar hipoglicemia, cansaço excessivo, emagrecimento exagerado e desnutrição.

Na geladeira do carioca

Ao contrário de São Paulo, no Rio de Janeiro há mais tempo para preparar comidas mais elaboradas no dia a dia e este é um ponto positivo na alimentação. Na cidade maravilhosa, o protagonista da cozinha é o ovo: rápido, fácil, simples e gostoso. E na sobremesa, não pode faltar uma frutinha: “pelo clima ser muito quente, a fruta acaba sendo mais refrescante para as refeições mais rápidas”.

Uso integral de alimentos

É tradição do carioca ir aos fins de semana à feira para comprar frutas, verduras e legumes frescos; mas ainda não é rotina utilizar os alimentos de forma integral. Além de fazer bem para a saúde e estimular a criatividade na cozinha, esse hábito pode evitar desperdícios e gerar economia. “Sempre tento ensinar para os meus pacientes a usar talos, cascas e bagaços em sucos. Outra dica é desidratar cascas e usar como pequenos lanches ou até mesmo como um ‘tira gosto’ saudável”.

Para desidratar as cascas das frutas, basta lavar bem, deixar secar, cortar do tamanho e formato de preferência e depois colocar no forno por cerca de 30 minutos. Por último, armazene em um recipiente fechado e guarde na geladeira.

Essa feijoada está diferente

“Não tem como falar de Rio de Janeiro e não mencionar a nossa famosa feijoada”. O prato de feijão preto com muitas carnes pesadas e gordurosas tem um espaço reservado no coração e nas panelas do carioca.

Mas, é possível deixar a receita mais light: “o que podemos fazer para aproveitar esse prato delicioso e com menos culpa é tentar substituir por carnes magras, que não deixam de ser saborosas”, indica Anna. Para o prato ficar mais balanceado, nada melhor do que a clássica couve refogada e uma laranja para ajudar na digestão e auxiliar na absorção do ferro.

O melhor plano de saúde no Rio de Janeiro

Ter um bom plano de saúde é importante para prevenir e tratar doenças, fazer acompanhamento médico e ficar preparado para possíveis eventos. O Grupo NotreDame Intermédica tem uma série de planos específicos para quem mora no Rio de Janeiro. Com atendimento em Hospitais e Centros Clínicos da Rede Própria e Credenciada, o GNDI oferece produtos com diferentes opções de cobertura e valores para levar saúde de qualidade acessível a gerações de brasileiros.

Quer saber mais? Acesse: www.gndi.com.br/rio
 

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica com informações dos sites São Lucas Copacabana e Veja Rio – acesso em 06/08/2020

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde