Grávidas podem correr?

Praticar atividades físicas durante a gravidez ajuda a fortalecer a musculatura do corpo e também pode ajudar no trabalho de parto. Mas a corrida é a melhor opção? Pode ser, se você já praticava essa atividade antes de engravidar. Mas alguns cuidados são importantes.

Antes de mais nada, converse com o seu médico para saber se está tudo bem e se você está liberada para praticar corrida. E se você sentir alguma dor no abdômen ou na região da pélvis quando estiver correndo ou estiver mancando ao terminar a corrida, também fale com seu médico antes de praticar de novo essa atividade. Além disso, é importante ficar atenta às condições do lugar onde você vai correr. Evite lugares muito quentes ou muito frios e se mantenha sempre muito bem hidratada.

Tenha cuidado para não forçar demais o seu organismo. Uma boa medida para isso é a sua respiração. Se você consegue correr sem perder o fôlego enquanto conversa com alguém, significa que está tudo bem. Mas se, enquanto estiver correndo, você sentir falta de ar ao conversar com alguém, é bom fazer uma pausa para retornar a sua respiração normal.

Ao final da gravidez, com o aumento do peso da barriga, pode ser mais difícil correr. Se essa atividade ficar desconfortável, talvez seja a hora de escolher outra opção para se manter ativa. Sempre consulte o seu médico. Mas se ele liberar e você conseguir correr sem incômodos, a recomendação é evitar terrenos acidentados e escolher áreas planas.

 

Outras formas de se manter em forma durante a gravidez

Se você não praticava exercícios físicos antes de ficar grávida, esse é um bom momento para começar. Mas corrida pode não ser a melhor opção. O mais indicado para esse período são atividades mais leves, como caminhadas.

Outra opção pode ser a natação, que além de ser de um exercício de baixo impacto, também auxilia na manutenção da resistência muscular e controle da respiração. A ioga também pode ser uma boa alternativa, pois mantém a energia, a força e a flexibilidade e tem movimentos que abrangem vários músculos.

Quem define a quantidade certa de exercício é o seu organismo. Você mesma vai descobrir seu limite. Mas não esqueça que também é necessário contar com orientação e acompanhamento médico durante sua gravidez.

 

Referências

http://www.brasil.gov.br/saude/2012/05/exercicios-fisicos-durante-a-gravidez-ajudam-no-desenvolvimento-do-bebe - acessado em 11/08/2016
https://sportmedbc.com/article/running-while-pregnant - acessado em 11/08/2016
http://americanpregnancy.org/pregnancy-health/exercise-during-pregnancy/ - acessado em 11/08/2016 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica