Daltonismo, uma questão genética

Saúde e Bem-Estar -

Daltonismo – também conhecido por discromatopsia – é um tipo de cegueira parcialmente relacionada a cores. Estudada em 1798 pelo químico inglês John Dalton, ganhou esse nome em sua homenagem e, de acordo com o Nacional Eye Institute, dos Estados Unidos, 8% dos homens e 0,5% das mulheres pelo mundo apresentam algum grau de daltonismo.

Existem três tipos, caracterizados da seguinte forma: 

Acromático: caracterizado por pessoas que enxergam em preto, branco e cinza e não distinguem nenhuma outra cor. Este tipo do distúrbio é o mais raro entre os portadores. 

Dicromático: consiste em pessoas que não possuem um receptor de cor. Ou seja, não enxergam alguma das três cores a seguir: azul, amarelo ou vermelho, tendendo a confundi-las com outras tonalidades.

Tricomático: este tipo de daltonismo é o mais comum dentre os portadores. A pessoa possui todos os receptores, mas que funcionam com certa deficiência, provocando confusão ou dificuldade em enxergar as cores, normalmente, azul, vermelho e amarelo. 

SUMÁRIO

O que causa o daltonismo?

Na maioria das vezes, o daltonismo é causado por uma questão genética, que consiste na alteração do cromossomo X. Uma pessoa só será daltônica se houver alteração em todos  os seus cromossomos X.

Por isso, a incidência é maior em homens, pois sempre receberão apenas um cromossomo X, aumentando a probabilidade de ocorrência. Para que ocorra na mulher, é preciso que a alteração venha por parte da mãe e do pai.

Diagnóstico do daltonismo

Normalmente, já se pode começar a observar se uma criança tem daltonismo a partir dos 3 anos de idade, pois é na fase em que começam a caracterizar o mundo por tonalidades. Os exames realizados por especialistas utilizam testes de números e cores, que devem ser conhecidos previamente para que possam nomear as figuras apresentadas.

Se houver confusão na identificação das cores, pode haver sinais de daltonismo.

Os possíveis testes são: Anomaloscópio de Nagel, Lãs de Holmgren e teste de cores de Ishihara.  

Tratamento contra o daltonismo

Ainda não existem tratamentos para a cura do daltonismo. No entanto, existem óculos com lentes especiais que os portadores podem utilizar para ter uma melhor convivência com a doença.

Referências

Veja o mundo com olhos de um daltônico - acessado em 14/11/2018

O que é Daltonismo, tipos, sintomas, diagnóstico, causas e mais - acessado em 16/11/2018

Como fazer o teste para confirmar o daltonismo - acessado em 16/11/2018

Daltonismo - por Drauzio Varella - acessado em 16/11/2018

Entenda o que é o daltonismo e como é feito o diagnóstico precoce - acessado em 16/11/2018

Diagnóstico precoce ajuda a viver com o daltonismo - acessado em 16/11/2018

 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde