Comportamentos seguros para adotar na pandemia do Coronavírus

Saúde e Bem-Estar -

A retomada da quarentena já é uma realidade, embora a pandemia ainda não tenha acabado – e pode ser que termine apenas quando existir uma vacina contra o Coronavírus. Cada estado brasileiro tem suas próprias regras e peculiaridades: alguns adotaram o Lockdown; outros já permitiram a reabertura de shoppings centers e serviços de estética. E, ao contrário do que possa parecer, esse "novo nor0mal" não significa que as medidas de proteção devem ser afrouxadas ou deixadas de lado: é importante adotar alguns comportamentos para se manter seguro em tempos de Covid-19.  

Duas mulheres usando mascaras de proteção realizando gesto de cumprimentos tocando os cotovelos

Fases de flexibilização

De modo geral, durante a retomada gradual, governadores de diversos estados brasileiros estudam as regiões de reabertura e levam em consideração a redução do surgimento de novos casos, taxa de internação e disponibilidade de leitos. Em São Paulo, por exemplo, as atividades são divididas em fases:

Fase 1 ou vermelha

Significa o momento de alerta máximo, que acontece quando a taxa de ocupação em hospitais e Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está em 80%. Nesta fase, apenas comércios e serviços essenciais podem funcionar.

Fase 2 ou laranja

Com a ocupação de leitos entre 70% e 80%, atividades imobiliárias, escritórios, concessionárias, shoppings e comércios podem reabrir com restrições de horários e número de pessoas nos estabelecimentos.

Fase 3 ou amarela

Escritórios, concessionárias e imobiliárias funcionam normalmente; comércios, shopping, salões de belezas, bares e restaurantes podem funcionar com restrições. A fase de flexibilização acontece quando a taxa de internações fica entre 60% e 70%.

Fase 4 ou verde

Quando atinge a ocupação de 60% dos leitos, além das atividades descritas na fase 3, as academias podem reabrir com restrições.

Fase 5 ou azul

Nesta fase, há a normalização de todos os setores. No entanto, só será colocada em prática quando houver um controle da pandemia.

Já posso sair?

O ideal é sair de casa apenas para o essencial, mas caso você precise ir a lojas, academia ou salão de beleza, é preciso tomar alguns cuidados básicos, como higienizar as mãos, utilizar máscara o tempo todo e manter distância de, pelo menos, um metro de outras pessoas. Além disso, é importante levar em considerações as peculiaridades de cada espaço e suas delimitações:

No trabalho

Nem sempre é possível trabalhar em regime home office – com a abertura gradual de comércios e escritórios, muitas pessoas precisaram voltar ao ambiente de trabalho e, com isso, tomar cuidado redobrado para evitar a contaminação desta doença letal, como usar máscara o tempo todo, higienizar as mãos e a mesa com frequência, além de respeitar as escalas de almoço.

Compras

Mercados, farmácias, pet shops e outros estabelecimentos considerados como essenciais sempre estiveram abertos – agora grande parte das lojas e shoppings também estão. O mais indicado é realizar esse tipo de compra pela internet, mas se realmente precisar sair para comprar um presente ou tecido para a confecção de máscaras, por exemplo, evite entrar em comércios lotados e sem ventilação, respeite os espaços indicados nas filas e higienize as mãos com álcool gel o tempo todo.

Transporte coletivo

Seja em carro de aplicativo, em ônibus, metrô ou trem, é preciso todo o cuidado dentro do transporte coletivo. Se possível, mantenha as janelas abertas e maior distância que puder de outras pessoas. Higienize as mãos antes e depois de entrar no veículo, evite tocar no rosto e fique com seus equipamentos de proteção pessoal em todo o percurso.

Parques e praias

Os espaços abertos diminuem os riscos de contaminação. Mas, mesmo ao ar livre, as aglomerações podem promover a transmissão em massa do vírus. Por isso, prefira horários em que esses locais estão mais vazios, utilize máscara e mantenha pelo menos dois metros de distância de pessoas que não moram com você.

Visita a amigos e parentes

Deixe os abraços e apertos de mão para outro momento. Qualquer contato próximo pode ser perigoso para a sua saúde ou de seus amigos e familiares. Mantenha uma distância segura e, se possível, fique de máscara. Para minimizar os riscos, e caso for visitar, seja breve!

Academia

Prefira se exercitar em casa, mas caso decida ir à academia, agende um horário para treinar. Leve sua própria garrafa e toalha, seja breve no vestiário e higienize os equipamentos antes e depois de usá-los.

Bares e restaurantes

Como é necessário remover a máscara para comer, o recomendável seria comprar os alimentos para consumi-los em casa e deixar os happy hours para chamada de vídeo. Se não for possível, mantenha a distância de outras pessoas e prefira ambientes arejados e abertos.

Os cuidados devem continuar

As reaberturas graduais não querem dizer que o vírus não é mais um perigo. Elas são, na verdade, uma forma de manter a economia funcionando e evitar que mais pessoas sofram com o desemprego ou com a falência. Por isso, mantenha as medidas de proteção como a higiene pessoal e de superfícies, o uso de máscaras, o distanciamento social, uma alimentação saudável, exercícios frequentes e o cuidado com a saúde mental. A qualquer sinal de gripe, doenças respiratórias ou sintomas da Covid-19, procure um médico – de preferência via telemedicina – e fique em quarentena.

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica com informações da Folha de S.Paulo, Agência Brasil e Governo de São Paulo – acesso em 22/07/2020.

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde