Afinal, o que é artrose?

Saúde e Bem-Estar -

Dores nas juntas, inchaço e rangidos nas articulações podem ser sinais de artrose, a quarta principal causa da redução da qualidade de vida. Segundo o Ministério da Saúde, a artrose atinge 15 milhões de pessoas só no Brasil e pode afetar principalmente pessoas com idade mais avançada.

A reumatologista do Grupo NotreDame Intermédica, Dra. Ana Paula Luppino Assad, explica que a artrose é um processo de degeneração da cartilagem de várias articulações: “As articulações mais acometidas são joelhos, quadris, coluna e mãos. Como a doença é mais degenerativa do que inflamatória, afeta principalmente pessoas acima de 50 anos. Quando é na mão, pode ser mais precoce”.

SUMÁRIO

Causa

Não há causas definidas para a artrose. “Componentes genéticos, obesidade e até traumas prévios da articulação estão envolvidos no desenvolvimento e progressão da artrose. Tudo o que sobrecarrega a articulação pode levar a degeneração da cartilagem”, esclarece a reumatologista. Por exemplo, a obesidade faz com que o corpo tenha que suportar um peso bem maior do que ele é capaz. Isso faz com que haja maior atrito no local das cartilagens, que se desgastam. Com isso, os ossos começam a colidir diretamente e, consequentemente, ficam mais gastos.

Sintomas

A artrose pode apresentar como sintomas dores nas articulações afetadas, inchaço, limitação de movimento e queimação em alguns pontos, e dores no início do movimento. “Por exemplo, alguém está sentado por um tempo e sente dor quando se levanta e que melhora após os primeiros passos”, explica a especialista.

Quando a artrose é no joelho, é comum haver alguns estalidos ao mexê-los; já quando é nas mãos, pode ter maior o volume das articulações dos dedos.

Diagnóstico

O diagnóstico é clínico: o médico analisa os sintomas, a idade e se a articulação está inflamada. Quando há dúvida, o especialista pode pedir alguns exames, como radiografia ou ressonância magnética, para comprovar o diagnóstico.

Artrite X artrose

Muitos confundem artrose com artrite, mas, apesar das duas afetarem as articulações, elas se diferem em muitos sentidos. “Artrite é sinônimo de inflamação da articulação, já a artrose, ou osteoartrite, é o desgaste da articulação”. A artrite pode ser causada por diversas doenças autoimunes, como lúpus e artrite reumatoide, gota, assim como também pode ser consequência da artrose, ou seja, alguém que tem desgaste nas articulações também pode desenvolver uma inflamação.

Outra diferenciação é que a artrite atinge principalmente dedos, punhos e pés e tornozelos, já a artrose é mais ligada ao envelhecimento e acomete articulações que suportam mais peso, como quadril, joelhos e a coluna.

Prevenção

Quem tem uma predisposição a ter a doença precisa evitar sobrepeso. Isto porque, “além de sobrecarregar a articulação, o tecido gorduroso faz com que o organismo produza mais inflamação”, conta Dra. Ana Paula. É importante fazer exercícios e adotar uma alimentação saudável: quanto mais músculos a pessoa tiver, menor será a sobrecarga óssea e articular.

Tratamento

A artrose não tem cura, mas hábitos comportamentais, como exercícios, fisioterapia, pilates, hidroginástica e dietas podem adiar o desenvolvimento e a progressão da doença. Além disso, existem alguns remédios, como sulfato de glicosamina e condroitina, e colágenos apresentam alguns benefícios. O uso de anti-inflamatórios e/ou corticoides pode ser indicado em casos de inflamação aguda, porém sempre com supervisão médica, devido possíveis efeitos maléficos, como descompensação de hipertensão, insuficiência renal, que são doenças comuns nesta faixa etária..

Em casos mais avançados, a única forma de correção é por meio de intervenção cirúrgica e prótese articular.

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica com colaboração da reumatologista Ana Paula Luppino Assad de CRM: 133745 e informações do site Minha vida. Acesso em 23/10/2019.

 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde