O Coronavírus pode estar em suas mãos:
saiba como higienizá-las

Saúde e Bem-Estar -

Que higienizar as mãos é uma das principais formas de prevenção ao novo Coronavírus e outras doenças todo mundo já sabe, mas nem todos executam essa ação de maneira correta. Passar só água nas superfícies da mão não é o suficiente: é essencial utilizar sabão ou álcool gel e esfregar a mão inteira, inclusive pulsos, polegares e unhas.

Veja neste artigo do GNDI como higienizar as mãos corretamente e quais outras doenças podem ser evitadas desta forma.

Lavando as mãos

Como higienizar as mãos corretamente

Higienizar as mãos é uma tarefa fácil, mas requer atenção: não deve ser feito às pressas e o uso de sabonete é essencial. Após molhar e aplicar o produto na palma da mão, siga as dicas a seguir. O processo também serve para a utilização de álcool em gel e deve durar, pelo menos, 20 segundos.

Segundo o guia de "como lavar as mãos corretamente" da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a atividade deve ser feita da seguinte maneira:

  1. Ensaboe as palmas das mãos, friccionando-as.
     
  2. Esfregue a palma de uma mão no dorso da outra com os dedos entrelaçado e repita o processo alternando-as.
     
  3. Friccione os espaços entre os dedos.
     
  4. Depois, esfregue o polegar de uma mão com a outra em movimentos circulares.
     
  5. Esfregue as pontas dos dedos de uma mão na palma da outra para limpar as unhas; faça o mesmo alternando-as. O
    recomendado é manter as unhas curtas para evitar o acúmulo de sujeira embaixo delas.
     
  6. Envolva o punho da mão esquerda com a mão direita e faça movimentos circulares (e vice-versa).
     
  7. Enxague as mãos evitando encostá-las na torneira ou pia. Seque as mãos e use o mesmo papel toalha para abrir a maçaneta.

Importância de higienizar as mãos

Higienizar as mãos corretamente com água e sabão ou álcool gel pode ajudar a prevenir diversas viroses. No caso do sabão, trata-se de uma substância que "quebra" gorduras, já que a parte externa do vírus é feita de gordura e sem essa proteção esses organismos morrem.

É importante higienizar as mãos mais vezes ao dia, e não apenas antes de comer ou depois de usar o banheiro. Isso deve ser feito sempre ao chegar da rua, encostar em objetos  externos, pegar recém-nascidos, ter contato com pessoas doentes e seus objetos de uso pessoal. E mais: essa medida não deve ser tomada apenas durante a pandemia do novo Coronavírus, mas é um hábito que todos devem ter.

Outras doenças

Existem outras doenças causadas por não lavar as mãos. São elas:

- Gripes
- Infecções respiratórias
- Conjuntivite
- Hepatite A
- Catapora
- Gastroenterite ou bactéria no estômago
- Leptospirose
- Toxoplasmose
- Infecção por salmonella sp

Prevenção ao novo Coronavírus

A higiene das mãos com água e sabão ou álcool gel, no entanto, é apenas uma das medidas para evitar a transmissão e contaminação do novo Coronavírus. É recomendável cobrir boca e nariz ao tossir ou ao espirrar; não compartilhar objetos pessoais; manter ambientes ventilados e limpos; evitar aglomerações e promover o isolamento social.

Muitos governos têm fortalecido as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde), pedindo que a população fique em quarentena e não saia de casa, a menos que seja importante, além de decretar que comércios não essenciais fechem as portas por um tempo. Desta forma, para não serem prejudicadas, muitas empresas anteciparam férias coletivas ou pediram para seus funcionários trabalharem em sistema home office.

A quarentena e o isolamento social já deram resultados em vários países da Ásia, como a China e a Coreia do Sul. Já alguns países da Europa, como a Itália e a Espanha, só tomaram providências quando os números de casos confirmados e óbitos pelo COVID-19 estavam muito altos. Por isso, os sistemas de saúde desses países estão entrando em colapso. Para que não aconteça o mesmo no Brasil, é preciso que a população se conscientize e busque sair o menor número de vezes possível de casa.

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica com informações da Anvisa, G1, Ministério da Saúde e Tua Saúde. – acesso em 27/03/2020

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde