Como prevenir micoses


Micoses são infecções comuns que podem atingir a pele, as unhas e os cabelos e geralmente provocam muita coceira e desconforto. Causadas por fungos, elas são contagiosas e facilmente espalhadas de uma pessoa para outra e pelo contato com animais. Mas existem algumas medidas simples que ajudam a preveni-las.

Mantenha a pele limpa - hábitos de higiene são importantes na prevenção das micoses. Lave as mãos com freqüência para evitar a propagação da infecção.

Mantenha a pele seca e fresca - seque-se muito bem após o banho, principalmente nas dobras do corpo, como axilas, virilhas e entre os dedos dos pés. Não use roupas muito quentes e justas e também tecidos sintéticos, que absorvem o calor e o suor e não deixam a pele transpirar. Também evite ficar com roupas molhadas por muito tempo.

Não compartilhe itens pessoais - não empreste e nem use de outra pessoa roupas, toalhas, lençóis, bonés, escovas de cabelo, material de manicure ou outros itens pessoais, pois eles podem transmitir micose.

Atenção com os calçados - evite usar sapatos fechados por longos períodos, prefira os mais ventilados. Troque suas meias pelo menos uma vez por dia. Não ande descalço em áreas úmidas, como vestiários, saunas e banheiros públicos.

Evite o contato com animais infectados - a micose pode ser facilmente transmitida de animais para humanos. Por isso, sempre lave as mãos com sabão e água corrente depois de brincar com seu animal de estimação. E, se você suspeitar que ele está com micose, leve-o a um veterinário para iniciar um tratamento.

Tipos de micose mais comuns

Pano branco (micose de praia) - mais comum em adolescentes e jovens, causa manchas na pele, principalmente na região do tronco e ombros.

Frieira ou pé-de-atleta - aparece principalmente entre os dedos dos pés, causando coceira intensa, além de descamação, vermelhidão, fissuras e bolhas na pele.

Tínea cruris - causa manchas vermelhas que coçam em áreas quentes e úmidas do corpo, como virilha, genitais, nádegas e parte interna das coxas.

Micose nas unhas - deixa uma ou mais unhas grossas, frágeis, sem brilho, escuras e com forma distorcida.

Se você acha que está com micose, procure um médico para que ele indique o melhor tratamento para você. Se não tratada, a infecção pode piorar e se espalhar para outras áreas do corpo. 
 

Referências

http://kidshealth.org/en/teens/ringworm.html# , acessado em 26/01/2017
http://www.sbd.org.br/doenca/micose/, acessado em 26/01/2017
https://www.in.gov/boah/files/RC398ringworm.pdf, acessado em 26/01/2017
https://www.cdc.gov/fungal/diseases/ringworm/risk-prevention.html, acessado em 26/01/2017
http://www.scpod.org/foot-health/common-foot-problems/athletes-foot/, acessado em 26/01/2017
http://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/nail-fungus/basics/symptoms/con-20019319, acessado em 26/01/2017


Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica