Tire todas as suas dúvidas sobre plano de saúde individual

Artigos Dúvidas gerais -

Segundo dados do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o plano de saúde é o 3º maior desejo dos brasileiros. Maior facilidade de acesso e disponibilidade de tecnologias médicas são os principais motivos pelos quais a população busca usufruir de um plano de saúde.

Mas, no momento da contratação podem surgir diversas dúvidas, como: qual o melhor plano de saúde para o seu caso? O que é portabilidade? Existe plano de saúde sem carência? Neste artigo, o Grupo NotreDame Intermédica esclarece todas elas.  

SUMÁRIO

Como funciona o plano de saúde

Planos de saúde são serviços oferecidos por empresas privadas que têm redes próprias de hospitais, laboratórios e consultórios e/ou possuem convênio com outras redes credenciadas para a prestação dos serviços. Assim, os beneficiários podem escolher onde querem realizar atendimento médico dentro do leque de opções que o plano contratado oferece.

Tipos de planos de saúde

Há um tipo de plano de saúde para cada demanda. Se você quer um plano para realizar exames, consultas médicas em clínicas ou consultórios e terapias, o mais indicado é o plano ambulatorial. Em casos de urgência e emergência, esse tipo de plano cobre apenas as 12 primeiras horas de atendimento porque não prevê a cobertura para internação e cirurgias.

Se você precisa de um plano de saúde que inclui internação, o mais indicado é o hospitalar, que pode ou não ter cobertura obstétrica. Neste plano, após o cumprimento da carência, o plano cobre além das 12 horas iniciais em casos de emergência e urgência. Os planos com cobertura obstétrica ainda garantem a cobertura de partos e assistência ao recém-nascido durante os primeiros 30 dias após o parto, seja ele filho natural ou adotivo do beneficiário ou dependente.

Já o plano de referência tem cobertura médico-ambulatorial e hospitalar com acomodação em enfermaria, inclui obstetrícia e UTI, além de exames.

Carência

É o tempo que você precisa esperar para utilizar determinados serviços após adquirir o plano de saúde. Cada contrato estabelece um tempo, mas, segundo a ANS, o período máximo que a operadora pode pedir é 24 horas para situações de urgência e emergência, 300 dias para partos e 180 dias para os demais procedimentos.

Plano sem carência

Os planos empresariais geralmente não têm carência quando possuem mais de 30 vidas. Se tiver alguma doença preexistente e quiser utilizar os serviços do plano assim que fechar o contrato, essa é a melhor opção.

Portabilidade

É o ato de migrar de plano ou operadora de saúde sem a necessidade de cumprir um novo período de carência. Esse direito é de todo e qualquer beneficiário, que pode optar pela portabilidade a qualquer momento, desde que já tenha cumprido o prazo mínimo de permanência. Ele pode, inclusive, mudar para um plano superior ao que possui, mas, neste caso, deverá cumprir carência para as novas coberturas.

Referências

Fonte: Grupo NotreDame Intermédica com informações de ANS e Bidu. Acesso em 28/08/2019.

Responsável pelo conteúdo:
Luiz Celso Dias Lopes
Diretor Técnico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde