8 mitos e verdades no combate à dengue

Saúde e Bem-Estar -

No verão, aumenta a preocupação com a dengue, doença viral que atinge 50 milhões de pessoas anualmente no mundo, segundo o Ministério da Saúde. Nesta estação, a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença, é maior por causa das altas temperaturas e das chuvas. Por isso, é importante entender como impedir a reprodução dele e como prevenir a transmissão do vírus. Veja, a seguir, oito mitos e verdades no combate à dengue.

1. Em lugares altos, não é preciso se preocupar com o Aedes aegypti.
MITO. Mosquitos preferem colocar ovos em lugares com alturas de até 1,5m. Porém, quando surge a necessidade de buscar alimentos e parceiros - ou até mesmo colocar ovos -, eles podem ser encontrados em locais mais altos. O voo do mosquito Aedes aegypti não atinge, normalmente, um prédio de mais de quatro andares. Mas, ele pode chegar a alturas mais elevadas por meio de elevadores e ao pousar em objetos que as pessoas carreguem.
 
2. Ar-condicionado e ventilador matam o mosquito da dengue
MITO. O uso do ar-condicionado e do ventilador inibe o mosquito Aedes aegypti, pois a temperatura e a umidade diminuem. Porém, o mosquito não morre. Estes aparelhos apenas espantam o mosquito, que pode voltar quando eles estiverem desligados.
 
3. Não é necessário proteger o corpo todo, pois o Aedes aegypti só pica as pernas
MITO. O Aedes aegypti costuma voar baixo e pica preferencialmente os pés, os tornozelos e as pernas. Porém, a picada pode acontecer em qualquer outra área exposta. Por isso, é necessário cuidado com todo o corpo.
 
4. Borra de café na água das plantas mata os ovos do mosquito Aedes aegypti
MITO. Não há comprovação científica da eficácia da borra de café na água das plantas e na terra para o combate à dengue. A recomendação é não utilizar pratos nos vasos, mas se usar, coloque areia até as bordas ou elimine a água e lave os pratos com bucha e sabão semanalmente.
 
5. Repelentes afastam mosquitos e ajudam no combate à dengue
VERDADE. O repelente reduz o risco de picadas pelos mosquitos Aedes aegypti. Porém, apesar de ajudar no combate à dengue afastando o mosquito, o repelente não é garantia de imunidade à doença, pois é uma solução momentânea. A melhor forma de prevenção e combate à dengue é a eliminação de criadouros onde os ovos são depositados e os mosquitos se proliferam.
 
6. Água sanitária pode matar larvas do mosquito e ajudar no combate à dengue
VERDADE. Colocar água sanitária em objetos que retêm água ajuda a evitar e a matar as larvas. Quanto maior o objeto ou lugar, maior deve ser a quantidade de água sanitária. Por exemplo, em vasos sanitários que não são de uso diário, é recomendado colocar uma colher de chá de água sanitária. O tratamento deve ser repetido semanalmente, preferencialmente em dia fixo, para garantir que a medida seja efetiva no combate à dengue. Entretanto, é importante lembrar que a água sanitária não pode ser utilizada em recipientes usados por pessoas e de animais para consumo de alimentos e bebidas.
 
7. O mosquito Aedes aegypti ataca, preferencialmente, durante o dia
VERDADE. O mosquito Aedes aegypti se alimenta de sangue humano, principalmente, ao amanhecer e ao entardecer. Entretanto, também pode picar à noite - embora isto seja menos frequente -, pois é um mosquito doméstico, vive dentro e ao redor de casas e outros locais frequentados por pessoas, independentemente da luz.
 
8. A dengue pode ser contraída mais de uma vez
VERDADE. Existem quatro tipos diferentes de vírus da dengue e todos causam os mesmos sintomas. Se não tiver sido vacinada, uma pessoa só se torna completamente imune à doença depois de ter sido infectada com todos os tipos de vírus. Portanto, é possível pegar dengue quatro vezes.

Referências

http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue/descricao-da-doenca - acessado em 19/12/2017;
http://www.dengue.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=8http://mosquito.saude.es.gov.br/mitos-e-verdades - acessado em 19/12/2017;
http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/ultimas-noticias/aedes-aegypti-conheca-os-mitos-e-verdades/ - acessado em 19/12/2017;
http://mosquito.saude.es.gov.br/mitos-e-verdades - acessado em 19/12/2017;
http://www.riocontradengue.com.br/Site/Conteudo/Mitos.aspx - acessado em 19/12/2017;
http://www.ans.gov.br/prevencao-e-combate/combate-ao-mosquito-aedes-aegypti - acessado em 19/12/2017;
http://combateaedes.saude.gov.br/pt/orientacoes-gerais/117-cuidados-casa-e-apartamento - acessado em 19/12/2017.

 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica

Quero cotar plano de saúde