Grupo NotreDame Intermédica amplia rede própria no Rio de Janeiro com a compra do Hospital AMIU

São Paulo, 09 de abril – O Grupo NotreDame Intermédica segue colocando em prática o seu plano de expansão em Rede Própria por meio de aquisições, e acaba de celebrar um contrato de aquisição do Hospital AMIU (Assistência Médico Pediátrica de Urgência). Localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, possui 67 leitos, sendo 20 de UTI, além de um ambulatório com 20 consultórios. O preço de aquisição (“Enterprise Value”) foi de R$ 40 milhões e a consumação da transação não está sujeita à aprovação da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e nem do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). 

“Com a conclusão da transação, a Companhia demonstra a intenção em manter sua estratégia de crescimento e de fortalecimento de sua Rede Própria, ampliando a abrangência geográfica no Rio de Janeiro, e reforçamos assim o nosso compromisso com a criação de valor para nossos Clientes, beneficiários e acionistas”, diz Irlau Machado Filho, presidente do Grupo NotreDame Intermédica.

Presença no Rio de Janeiro

No início de 2018, o Grupo NotreDame Intermédica havia adquirido o Hospital SAMCI, com duas unidades localizadas no bairro da Tijuca. No mesmo ano, anunciou um novo endereço de sua sede Regional, em um andar com área de 1.500 m² do Passeio Corporate, localizado na Rua das Marrecas.

 

No mesmo prédio da Regional, funciona o QualiVida, Unidade de Medicina Preventiva do Grupo NotreDame Intermédica, onde são desenvolvidos programas e atividades gratuitas que incentivam rotinas saudáveis, combatem o sedentarismo e tratam doenças crônicas. Em 2018 também foi anunciado o Centro Clínico Marechal Floriano, localizado na região central da capital fluminense.

Resultados expressivos

A estratégia de verticalização da saúde, apoiada por maciço investimento em Rede Própria e foco na qualidade de atendimento, continua a gerar resultados expressivos para o Grupo NotreDame Intermédica (GNDI), que fechou o ano de 2018 com Receita Líquida Consolidada de R$ R$ 6,1 bilhões e Lucro Líquido de R$ 334,1 milhões. 

 

De acordo com os dados do balanço do 4T18, a empresa obteve receita líquida de R$ 1,6 bilhão, aumento de 16% em relação ao 4T17, crescendo também no número médio de beneficiários, tanto em Saúde (+8,3%) quanto em Dental (+23%). Destaque também para o Lucro Líquido Ajustado de R$ 197,2 milhões (12,1% de margem), um aumento de 25,3% em relação ao 4T17. Já o EBITDA Ajustado atingiu R$ 277,5 milhões, um aumento de 16,2% comparado aos R$ 238,8 milhões do mesmo período do ano anterior.

Glauco Desiderio, diretor de Relação com Investidores do GNDI, lembra que a Empresa segue conquistando novos beneficiários, apesar do ano de 2018 ter sido marcado pelo cenário adverso da economia do Brasil, sem aumento do emprego formal e do número de beneficiários da saúde privada no país. “Graças a uma estratégia bem-sucedida de crescimento orgânico e por aquisições, fechamos o ano com um crescimento de 155 mil vidas em relação a 2017. Em outubro de 2018, concluímos a aquisição do Grupo Samed e o processo de integração tem evoluído com bastante agilidade. Em janeiro de 2019, foi a vez do Grupo GreenLine”, explica Glauco.