Previna-se contra o Aedes aegypti

Além de eliminar criadouros do mosquito, é recomendável se proteger contra possíveis picadas

O Aedes aegypti, mosquito que transmite dengue, chikungunya e zika vírus (relacionado ao surto de microcefalia em recém-nascidos), reproduz-se depositando seus ovos em locais com água parada. Por isso, a melhor maneira de combatê-lo e, consequentemente, evitar a proliferação dessas doenças é acabando com os criadouros.

Acesse dicas para eliminar o mosquito e saber reconhecer os sintomas das doenças transmitidas por ele.

Outra recomendação importante é a prevenção contra picadas. O Aedes aegypti tem hábitos diurnos e costuma picar, principalmente, pela manhã e no fim da tarde, afirma a Dra. Daniela Franco Leanza, coordenadora do Programa Gestação Segura da NotreDame Intermédica. "Recomenda-se usar roupas claras, pois afastam o mosquito. Além disso, deve-se passar repelentes e, sempre que possível, cobrir a maior parte do corpo".

Segundo a médica, os cuidados devem ser redobrados no caso de idosos, bem como mulheres gestantes ou que pretendem engravidar. "Elas devem evitar regiões onde existam focos do Aedes aegypti", alerta.

A médica acrescenta que, se o parceiro da gestante passar por esses locais e tiver suspeita de contaminação, é recomendável ao casal utilizar preservativo nas relações sexuais, pois essa também é uma via de transmissão da doença.

 

 

 

 

Acesse nossas Redes Sociais:

Mais notícias