Encontro de líderes de RH na Sede do GNDI

Promovido pelo Grupo NotreDame Intermédica, o evento Café com Conversa reuniu profissionais de empresas Clientes em palestra de economista da Goldman Sachs

O desafio de realizar grandes ajustes que permitam a recuperação da economia brasileira. Este foi o tema abordado pelo economista Alberto Ramos, diretor para a América Latina da Goldman Sachs, na palestra realizada durante a segunda edição do Café com Conversa, em 13 de julho, na Sede do Grupo NotreDame Intermédica, em São Paulo. Nos últimos dois anos, ressalta o executivo, a deterioração do mercado de trabalho e a queda dos níveis de investimentos, por exemplo, superaram a chamada década perdida, que, na verdade, estendeu-se de 1980 a 1992. "E tudo isso com o aumento da inflação, o que é atípico e ainda pior para uma economia em encolhimento", resumiu.  

O economista ressaltou que as empresas, em geral, sofrem com a perda de capital humano devido aos inevitáveis cortes de pessoal, e frisou que a recuperação da economia tem de passar por um profundo ajuste fiscal e pela reforma da Previdência. Apesar do cenário nada favorável, Ramos lembrou que o Brasil já superou outras crises sérias. Com bom humor, disse que a intenção não era deixar a plateia deprimida. "Há cinco anos, uma palestra como esta teria só boas notícias. Espero que, daqui a cinco anos, possamos falar de coisas positivas novamente."

Um cenário bem mais otimista foi mostrado, na sequência da palestra, pelo vice-presidente Comercial da NotreDame Intermédica, Nilo Carvalho, que fez uma apresentação geral sobre o Grupo e citou dados positivos, como os mais de 1 milhão de vidas conquistadas no ano passado - número que deve se repetir em 2016. Tudo fruto de estratégias que incluem investimentos na modernização da Rede Própria, além de ações de relacionamento comercial e projeção da marca. "Queremos que seu colaborador reconheça a importância da NotreDame Intermédica", enfatizou, dirigindo-se aos Clientes presentes na plateia.

Além disso, Nilo frisou que o Grupo tem produtos para atender todos os perfis de beneficiários, com os preços mais competitivos do mercado. E, o melhor: com os menores índices de reclamação e sem perda de qualidade, como apontam pesquisas da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Ao final do evento, houve sorteio de dois tablets para a plateia. E muitos elogios. Confira alguns depoimentos:

"Muito interessante a palestra, principalmente pelo conteúdo atual. De maneira geral, o Café permite encontrar parceiros e empresas que compõem a carteira de Clientes da NotreDame. É ideal para atualização e troca de informações."

Tarcísio Felisardo, diretor de Recursos Humanos do Grupo IMC

"Apesar das mudanças estruturais e comportamentais nas empresas, a área de Recursos Humanos ainda tem que pensar mais em pessoas do que em questões macroeconômicas. Esse encontro contribui para a melhor gestão de saúde na empresa, aliado ao trabalho já oferecido pela NotreDame Intermédica."

Juliana Brasil, gerente de Recursos Humanos da CSU

"Parabenizo a NotreDame Intermédica pelo evento e pelo alto nível do palestrante. A visão macro de um economista que aborda a situação, sem o viés político, e a oportunidade de trocar informações com pessoas de outras empresas para saber as dificuldades que também enfrentam, nos ajudam a encontrar ferramentas para a melhor gestão."

Eliezer Souza, diretor de Relações Trabalhistas da Sodexo do Brasil

"Como conhecedor do antigo Grupo Santamália e, agora, do Grupo NotreDame Intermédica, pude constatar a fantástica evolução das instalações e dos serviços oferecidos. Para a Wheaton, como Cliente, tudo isso é um grande incentivo, pois podemos garantir a melhor assistência aos nossos colaboradores. As explicações, de maneira geral, foram ótimas."

Dr. Reinaldo Estevez, coordenador médico da Wheaton

 

Acesse nossas Redes Sociais:

Mais notícias