Como é a vida depois do infarto?

1. Quais são as principais sequelas do ataque cardíaco?

A quantidade e gravidade das sequelas do ataque cardíaco dependem do tamanho da área afetada pelo infarto. Uma das consequências mais comuns é a insuficiência cardíaca. Isso porque podem aparecer lesões e cicatrizes na área que ficou sem receber sangue durante o infarto - e a região onde isto acontece não é mais capaz de bombear sangue para o organismo.

Leia mais

2. O que é a insuficiência cardíaca?

Insuficiência cardíaca é quando o coração não consegue bombear sangue o suficiente para atender as necessidades do organismo ou acumula sangue demais sem ser bombeado. Além do infarto, a pressão alta e a diabetes são fatores de risco para esse tipo de complicação. O tratamento das causas da insuficiência cardíaca pode evitar a piora e até melhorar o quadro.

Leia mais

3. Como é a recuperação do ataque cardíaco?

A recuperação do ataque cardíaco começa logo após o infarto. Para ajudar no processo de retomar a vida depois disso, você talvez precise de medicamentos e cirurgias, bem como mudanças no estilo de vida, por exemplo: parar de fumar, ter uma alimentação mais saudável, praticar exercícios físicos regularmente e controlar o consumo de álcool. O médico pode orientar sobre isso e também a respeito do programa de reabilitação cardíaca.

Leia mais

4. O que é o programa de reabilitação cardíaca?

O programa de reabilitação cardíaca é uma forma de ajudar você a se recuperar para a vida depois do infarto. O médico analisa sua condição de saúde e cria um programa que terá três objetivos: incluir rotina exercícios físicos que ajudem no funcionamento do seu coração, gerenciar fatores de risco (como alimentação ou uso de nicotina) e reduzir o estresse.

Leia mais

5. Como fica a alimentação na vida depois do infarto?

A alimentação é uma parte importante na vida depois do infarto. O ideal é que o cardápio passe a ter mais vegetais, frutas, legumes e alimentos integrais. As carnes magras (aves e peixes) devem substituir a carne vermelha, e a quantidade de alimentos muito industrializados, salgados, gordurosos e açucarados deve ser limitada. Beba bastante água e seja moderado nas bebidas com cafeínas.

Leia mais

6. Como fica a prática do exercício na recuperação do ataque cardíaco?

Praticar exercícios físicos com regularidade também ajuda na vida depois do infarto. O ideal são 30 minutos de atividade física de intensidade moderada todos os dias - caminhadas são uma boa opção, por exemplo. E, com a orientação médica certa, você pode aumentar o tempo e a intensidade do exercício aos poucos.

Leia mais

7. Como é a volta ao trabalho na vida depois do infarto?

Pessoas que tiveram um infarto geralmente podem voltar ao trabalho entre dois ou três meses depois disto. Mas é necessário conversar com o médico para definir o melhor prazo. Quando retornar à sua vida profissional, tome cuidado com o excesso de estresse.

Leia mais

8. É possível praticar sexo na vida depois do infarto?

A maior parte das pessoas pode voltar a praticar sexo em poucas semanas depois do infarto. Mas, para isso, é importante que você faça o acompanhamento médico corretamente e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto com um especialista. Porém, volte a conversar com o médico se, durante o esforço da relação sexual, aparecer novamente algum sintoma do infarto.

Leia mais

9. É normal ficar deprimido na recuperação do ataque cardíaco?

A depressão é muito comum na vida depois do infarto, junto com medo e raiva. Se esses sentimentos começarem a afetar seu sono, apetite ou autoestima e impedirem a rotina do dia a dia, converse com o médico.

Leia mais

10. Como identificar um novo ataque cardíaco?

Muitas pessoas podem ter dores no peito depois do infarto, chamadas de angina. A dor pode aparecer depois de algum esforço físico ou momento de estresse e, geralmente, desaparece depois de alguns minutos. Já o sinal do infarto é uma dor mais forte que não desaparece se você descansar ou tomar medicamentos. Se for o caso, procure socorro médico o mais rápido possível.

Leia mais