Exercícios para melhorar o equilíbrio na terceira idade

As quedas, muitas vezes causadas pela falta de equilíbrio na terceira idade, são um dos principais problemas dos idosos. Segundo dados do Ministério da Saúde, um a cada três idosos acima dos 65 anos sofre com quedas, sendo que grande parte delas acontece dentro de casa.

Com o passar dos anos, nosso organismo sofre um declínio em quase todas as funções, entre elas as motoras. Apesar desse quadro, alguns exercícios físicos podem ajudar a manter o equilíbrio na terceira idade, assim como ajudar a manter a força, a resistência e a flexibilidade muscular.

O equilíbrio está relacionado com a capacidade de se manter estável em diversas condições: parado, andando, de joelhos ou mesmo agachado. Alguns dos sistemas sensoriais do nosso organismo trabalham em conjunto para manter o equilíbrio do corpo: visão, receptores das articulações e aparelho auditivo enviam informações para que o sistema neuromuscular mantenha o corpo em equilíbrio.

Por isso, para manter equilíbrio na terceira idade, é preciso investir em exercícios físicos que fortaleçam o corpo e mantenham a harmonia desse delicado funcionamento. Além de prevenir quedas, uma rotina de exercícios traz vários benefícios para pessoas na terceira idade como:

  • Diminuir o risco de complicações, como doenças coronarianas, hipertensão, derrames e diabetes;
  • Fortalecer músculos e ossos;
  • Melhorar as funções cognitivas;
  • Melhorar a resistência cardiovascular.

Como manter o equilíbrio na terceira idade

Existem exercícios físicos específicos que podem ajudar bastante a manter o equilíbrio na terceira idade. Antes de começar a praticá-los, no entanto, é importante procurar orientação de um médico ou especialista. Ele saberá orientar sobre o melhor exercício para o paciente, além de avaliar sua condição física.

Mudar a base de suporte – nesse exercício, o idoso caminha lentamente colocando um pé de cada vez na frente do outro. Isso faz com que a força em cada perna se alterne. É possível fazer isso durante atividades cotidianas, como nas caminhadas matinais. As crianças normalmente adoram acompanhar e se envolver com esse exercício ao lado de parentes da terceira idade.

Mudar a superfície – ficar em pé em um travesseiro ou no colchão pode ser uma maneira de testar o equilíbrio, assim como ficar em pé em aparelhos da academia específicos para isso e com a ajuda de alguém. Andar em terrenos diferentes, como na areia da praia, é outra boa dica para desenvolver a coordenação motora.

Olhos fechados – fechar os olhos e manter os pés juntos pode ser uma boa maneira de exercitar o equilíbrio na terceira idade, sempre acompanhado de alguém, por segurança.

Escadas – subir e descer escadas também melhora a força muscular, assim como colocar e retirar objetos de uma prateleira e carregar sacolas, desde que elas não estejam muito pesadas. Estes exercícios são ótimos aliados para manter o equilíbrio na terceira idade.

Tai chi chuan – considerada uma das mais importantes séries de exercícios de relaxamento e meditação chinesas, a prática do tai chi chuan incorpora movimentos lentos e relaxantes, que promovem uma maior percepção da respiração.

Conteúdo relacionado no site da Intermédica

Exercícios na terceira idade: motivos para fazê-los
Exercícios físico depois do infarto

Referências

https://www.nia.nih.gov/health/publication/exercise-and-physical-activity –- acessado em 22/08/2017;
http://www.who.int/dietphysicalactivity/factsheet_olderadults/en/ – -acessado em 22/08/2017;
https://www.cdc.gov/physicalactivity/basics/older_adults/ – acessado em 22/08/2017;
https://go4life.nia.nih.gov/4-types-exercise – acessado em 22/08/2017;
http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v16n1/a11v16n1 – acessado em 22/08/2017;
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/184queda_idosos.html – acessado em 22/08/2017.

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Pires de Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica