Exposição ao sol pode causar câncer de pele?


A exposição à radiação ultra-violeta (UV), proveniente do sol, é considerada a principal causa para o tipo de câncer mais comum no Brasil - o câncer de pele não-melanoma. A boa notícia é que esse tipo da doença tem grandes chances de cura, pode ser detectado com facilidade e pode ser prevenido se você tiver alguns cuidados simples.

Como os raios UV do sol podem causar câncer?

O câncer de pele é causado pelo crescimento anormal das células que compõe as camadas desse órgão, causado por uma alteração no DNA celular. Essa mutação pode acontecer se você tiver um acúmulo muito grande de radiação UV na sua pele.

O nosso corpo tem formas de se recuperar dos danos do sol.
Por exemplo, se sua pele começa a escamar depois de uma queimadura de sol, essa escamação é uma forma do organismo de se livrar das células que tiveram o DNA alterado e que podem causar câncer. Mas nem sempre todos os possíveis tumores são eliminados e a doença pode aparecer.

Como se prevenir do câncer de pele

Nada desfaz completamente os danos causados pelo sol na pele. Mas, alguns cuidados podem te ajudar a retardar as mudanças. São eles:

  • Protetor solar - aplicar protetor solar com fator de proteção 30 cerca de meia hora ates de se expor ao sol e depois reaplicar a cada duas ou três horas;
  • Proteção UV - escolha cosméticos e lentes (óculos de sol) com proteção UV;
  • Exposição ao sol - evite exposição ao sol das 10 às 15 horas;
  • Autoexame - faça autoexames regulares na sua pele, para conhecer suas pintas e sinais, e assim, identificar alguma alteração com mais facilidade;
  • Cuidados com a pele - cuide da pele seca usando umidificadores de ar, diminuindo os banhos ou trocando o sabonete por um hidratante de lavagem corporal) e usando loções hidratantes. 


Como identificar sinais do câncer de pele

Os sinais do câncer de pele são variados. Podem ser parecidos com pintas ou eczemas, por exemplo. Assim como uma lesão elevada e brilhante, translucida ou avermelhada, com crosta e que sangra facilmente também pode ser um sinal de câncer. Ou uma pinta que muda de cor e textura, e tem bordas irregulares ou uma ferida que não cicatriza e só piora. Mas, apenas uma biopsia realizada por um especialista pode dar o diagnóstico certo da doença.


Referências

http://www1.inca.gov.br/situacao/arquivos/causalidade_exp_solar.pdf - acessado em 20/01/2017;
http://www.sbd.org.br/doenca/cancer-da-pele/ - acessado em 20/01/2017;
http://www.cancerresearchuk.org/about-cancer/causes-of-cancer/sun-uv-and-cancer/how-the-sun-and-uv-cause-cancer - acessado em 20/01/2017;
http://my.clevelandclinic.org/health/articles/sun-exposure-and-skin-cancer - acessado em 20/01/2017. 
 

Responsável pelo Conteúdo:
Dr. Rodolfo Albuquerque
CRM: 40.137
Diretor Médico do Grupo NotreDame Intermédica